771939 • 2016
Motopeças Chapam - Facebook Motopeças Chapam - Youtube Motopeças Chapam - RSS
CATÁLOGO VIRTUAL
Motopeças Chapam - Banner capaceteMotopeças Chapam - Vídeo ChapamMotopeças Chapam - Aplicação da leisMotopeças Chapam - LubrificaçãoMotopeças Chapam - DocumentosMotopeças Chapam - Pneu da MotoMotopeças Chapam - Viagem de MotoMotopeças Chapam - Lavando a Moto
PARCEIROS CHAPAM
Motopeças Chapam - BemacMotopeças Chapam - Grafica JKMotopeças Chapam - FauziMotopeças Chapam - SumigMotopeças Chapam - ZinilMotopeças Chapam - CromozincoMotopeças Chapam - SevenKeysMotopeças Chapam - Borgg UniformesMotopeças Chapam - Seo SistemasMotopeças Chapam - SucataçoMotopeças Chapam - Net Cable1Motopeças Chapam - Ouro NegroMotopeças Chapam - Arbyn
PESQUISA
Motopeças Chapam - Motos customizadasMotopeças Chapam - Vendas em todo Brasil
Dicas

31/10/2014


Você é um bom motociclista? Veja o que as peças dizem sobre seu jeito de pilotar

Você é um bom motociclista? Veja o que as peças dizem sobre seu jeito de pilotar - Motopeças Chapam

    Veja outras imagens:

  • Você é um bom motociclista? Veja o que as peças dizem sobre seu jeito de pilotar - Motopeças Chapam
  • Você é um bom motociclista? Veja o que as peças dizem sobre seu jeito de pilotar - Motopeças Chapam
  • Você é um bom motociclista? Veja o que as peças dizem sobre seu jeito de pilotar - Motopeças Chapam
  • Você é um bom motociclista? Veja o que as peças dizem sobre seu jeito de pilotar - Motopeças Chapam
  • Você é um bom motociclista? Veja o que as peças dizem sobre seu jeito de pilotar - Motopeças Chapam
  • Você é um bom motociclista? Veja o que as peças dizem sobre seu jeito de pilotar - Motopeças Chapam

Sua moto denuncia se você é um bom ou mau motociclista? Bem mais do que no caso dos carros, acredite. A razão é óbvia, já que em motocicletas componentes mecânicos importantes – motor e transmissão, por exemplo – são geralmente expostos, não escondidos sob a lataria.
Abaixo, veja uma lista de itens que mostram se você é um dono cuidadoso ou se a moto usada que você quer comprar recebeu um bom tratamento.
 
1. Manoplas e manetes: pontas raladas?
Natural, porém a intensidade das marcas mostra se a fronteira que separa o uso normal do descuido foi ultrapassada. Marcas profundas na borracha e no metal indicam algo mais do que contatos corriqueiros com as paredes da garagem, mas sim tombos, que podem oferecer consequências incômodas como uma moto desalinhada que puxa para os lados, comportamento estranho em curva ou desgaste de pneus de maneira irregular.
 
2. Rodas e pneus
Seja do tipo raiado ou de liga-leve, rodas exigem manutenção constante. Associadas aos pneus, são o elemento de contato entre a moto e o solo. Rodas tortas ou desalinhadas prejudicam a dirigibilidade. Um aro estar levemente amassado é normal, mas o dano deve ser logo corrigido, pois rodar deformado afeta a estabilidade e provoca um desgaste anormal dos pneus. Aliás, desgaste acentuado em pneus é um problema menor do que observar sinais de desgaste irregular. Uma banda de rodagem deve sempre apresentar desgaste uniforme no sentido longitudinal. Se isso não acontece, é claro indício de mau uso (freadas exageradamente fortes, rodas tortas/desbalanceadas ou problemas na suspensão).
   
3. Plásticos e pintura
Entre ser um “flanelinha”, dono exageradamente atento à aparência, e dar importância zero à estética e limpeza de uma moto há uma grande distância. Excesso de lavagem e polimentos prejudicam as partes pintadas sejam elas plásticas ou metálicas, tanto quanto jamais limpar sua moto. Fora isso, um inimigo da boa aparência é o sol, que agride de maneira extrema a aparência de partes como banco, painel e outros componentes. A fragilidade das lentes de pisca-pisca é conhecida, geralmente são elas as primeiras peças a quebrar em qualquer tombinho bobo. Na necessidade de trocar uma lente de pisca, um dono atento vai considerar a troca dos outros, que possivelmente ficariam muito diferentes por causa da idade (e da ação do sol!). Um gasto pequeno que oferece efeito bem grande, que um dono desatento dificilmente considera.

4. Pedais e pedaleiras
Tais itens “falam”, pois em caso de acidente dificilmente escapam ilesos. Desentortar um pedal de câmbio não é pecado, mas um pedal de freio, sim. Com enorme papel na segurança, se o pedal do freio entortar muito, o melhor é trocar a peça. Sinais de contatos extremos com o solo das partes baixas da moto sempre indicam uma vida difícil. As borrachas que revestem as pedaleiras ou os prolongamentos metálicos que algumas motos possuem mostram claramente se aconteceram tombos, mas também se a moto foi usada por um fã da pilotagem mais esportiva, na qual a pedaleira esfrega no chão. Fazer isso não é pecado, mas indica o uso no limite.

5. Punhos elétricos
São partes fundamentais, que concentram comandos importantes como pisca-piscas, buzina, botão de partida e o “engine stop”, a chave geral que corta o envio de corrente elétrica ao motor. Motocicletas que passam muito tempo expostas ao sol e chuva tendem a denunciar isso com uma deterioração da cor dos punhos. Um dono cuidadoso procura deixar sua moto sob um teto, na medida do possível, o que preserva o funcionamento desses componentes.

6. Coroa e corrente
Itens de consumo, como pneus e, ciclicamente, o kit composto de pinhão, corrente e coroa (ao lado), devem ser trocados. A durabilidade do conjunto está intimamente associada a cuidados, e não é exagero dizer que lubrificar o sistema de transmissão (a corrente, no caso) significa não apenas aumentar a vida útil do conjunto como evitar más surpresas. Ao fazer isso, o dono de uma moto se obriga a olhar para a coroa frequentemente (ao menos a cada 15 dias, dependendo da quilometragem, ou semanalmente, em caso de rodar sob chuva). Desta maneira, ficará mais fácil notar quando o limite de uso chega pois os dentes da coroa ficam finos e inclinados. A tensão da corrente alcançar o limite é outro indicador de fim de vida do sistema. Donos carinhosos não permitem a transmissão chegar ao limite de uso, o que inclusive acarreta grande risco, como perder tração em plena ultrapassagem pois a corrente... Quebrou!

7. Freios e suspensões
Discos de freios denunciam donos descuidados pois a superfície da peça mostrará sinais de uso além do limite do razoável. Pequenos riscos são aceitáveis, mas riscos ou marcas não podem ser jamais profundos demais ou em grande quantidade, o que diminui o poder frenante. Outro jeito fácil de verificar se discos passaram da hora da troca é haver degraus pronunciados na borda, indicando que a “pista”, ou o lugar onde as pastilhas tocam para gerar o atrito que freia a moto, está mais fina e pedindo troca urgente. Na suspensão dianteira (foto) haver óleo na parte polida de uma o de ambas bengala indica que retentores perderam a eficiência e estão deixando o óleo escapar, o que afeta o funcionamento. Um indicador de que as bengalas sofreram choques e foram endireitadas, o que é absolutamente contraindicado, é haver – sempre na parte polida – riscos ou áreas foscas, denunciando maior atrito e um dono pouco cuidadoso.
Diferentemente de automóveis, em que várias peças tem prazos pré-determinados de troca, na motocicleta a sensibilidade do dono joga um papel determinante no bom funcionamento do veículo. Quanto mais sensível e atento for seu dono, melhor será a sua motocicleta.

*Fotos: Roberto Agresti

Veja mais sobre Você é um bom motociclista? Veja o que as peças dizem sobre seu jeito de pilotar emhttp://g1.globo.com/carros/motos/blog/dicas-de-motos/post/voce-e-um-bom-motociclista-veja-o-que-pecas-dizem-sobre-seu-jeito-de-pilotar.html
NOVIDADES NO SEU E-MAIL
Motopeças Chapam - Urussanga - Santa Catarina

Chapam Indústria e Comércio de Motopeças
Avenida Longarone, 1329 - Caixa Postal 170 - De Villa
88.840-000 - Urussanga - SC - Brasil
Fone: (48) 3465-1453 - Fax: (48) 3465-3290
motopecaschapam@gmail.com

Desenvolvedor: Robson Schepper Cachoeira (48) 9618-7104